HOME SOBRE CONTATO (19) 3295-0381
Gagueira

Tratamento de Gagueira em Campinas.

A característica essencial da Gagueira é uma perturbação na fluência e padrão temporal normais da fala, inapropriado à idade do indivíduo. Esta perturbação caracteriza-se por repetições ou prolongamentos freqüentes de sons ou sílabas.

Vários outros tipos de disfluências da fala também podem estar envolvidos, incluindo interjeições, palavras partidas (por ex., pausas dentro de uma palavra), bloqueio audível ou silencioso (pausas preenchidas ou não preenchidas na fala), circunlocuções (isto é, substituições de palavras para evitar as problemáticas), palavras produzidas com um excesso de tensão física e repetições de palavras monossilábicas completas (por ex., "Eu-eu-eu vou").

A perturbação na fluência interfere no rendimento escolar ou profissional ou na comunicação social. Em presença de um déficit motor da fala ou déficit sensorial, as dificuldades na fala excedem aquelas habitualmente associadas com esses problemas.

Caso um déficit motor da fala, déficit sensorial ou transtorno neurológico esteja presente. O grau de perturbação varia de situação para situação e freqüentemente é mais severo quando existe uma pressão especial para se comunicar (por ex., relatar algo na escola, ser entrevistado para um emprego). A gagueira em geral está ausente durante a leitura oral, canto ou fala com objetos inanimados ou animais.

Características e Transtornos Associados

No início da gagueira, o indivíduo pode não estar consciente do problema, embora a sua conscientização e até mesmo a sua antecipação temerosa possam desenvolver-se mais tarde.

O indivíduo pode tentar evitar o problema por mecanismos lingüísticos (por ex., alterando a velocidade da fala, evitando certas situações tais como telefonar ou falar em público, ou evitando certas palavras ou sons).

A gagueira pode ser acompanhada por movimentos motores (por ex., piscar de olhos, tiques, tremor labial ou facial, abalos da cabeça, movimentos respiratórios ou cerrar os punhos). O estresse ou a ansiedade exacerbam a gagueira. O prejuízo no funcionamento social pode resultar da ansiedade, frustração ou baixa auto-estima associadas. Em adultos, a gagueira pode limitar a escolha ou progresso profissional.

O Transtorno Fonológico e o Transtorno da Linguagem Expressiva ocorrem em uma freqüência maior em indivíduos com gagueira do que na população em geral.

Prevalência

A prevalência da gagueira em crianças pré-puberais é de 1% e cai para 0,8% na adolescência. A proporção entre homens e mulheres é de aproximadamente 3:1.

Curso

Os estudos retrospectivos de indivíduos com gagueira relatam o aparecimento do transtorno tipicamente entre os 2 e os 7 anos (com um pico em torno dos 5 anos de idade). O início ocorre antes dos 10 anos em 98% dos casos, sendo geralmente insidioso, cobrindo muitos meses durante os quais disfluências episódicas e despercebidas da fala tornam-se um problema crônico.

A perturbação começa tipicamente de uma forma gradual, com a repetição das consoantes iniciais, palavras (habitualmente as primeiras de uma frase) ou palavras longas. A criança em geral não está consciente da perturbação. À medida que o transtorno progride, ocorre um curso de exacerbações e remissões.

As disfluências tornam-se mais freqüentes, e a gagueira ocorre em palavras ou frases mais significativas. Na medida em que a criança conscientiza-se de sua dificuldade na fala, podem ocorrer mecanismos para evitar disfluências e respostas emocionais.

Algumas pesquisas sugerem que até 80% dos indivíduos com gagueira se recuperam, e em 60% dos casos a recuperação é espontânea. A recuperação tipicamente ocorre antes dos 16 anos de idade.

Padrão Familial

Estudos de famílias e de gêmeos oferecem fortes evidências de um fator genético na etiologia da gagueira. A presença de um Transtorno Fonológico ou do tipo evolutivo de Transtorno da Linguagem Expressiva, bem como uma história familiar destes transtornos aumentam a probabilidade de gagueira.

O risco entre os parentes biológicos em primeiro grau é mais de 3 vezes o da população em geral. Cerca de 10% das filhas e 20% dos filhos de homens com história de gagueira também apresentarão o transtorno.

Diagnóstico Diferencial

As dificuldades na fala podem estar associadas com um prejuízo auditivo, outro déficit sensorial ou um déficit motor da fala. Nos casos em que as dificuldades da fala excedem aquelas habitualmente associadas com esses problemas, um diagnóstico concomitante de gagueira pode ser feito. Ela deve ser diferenciada das disfluências normais, freqüentes em crianças pequenas, que incluem repetições de palavras ou frases inteiras (por ex., "Eu quero-eu quero sorvete"), frases incompletas, interjeições, pausas sem preenchimento e observações parentéticas.

Critérios Diagnósticos : Tartamudez (Gagueira)

A. Perturbação na fluência e padrão de tempo normais da fala (inapropriado para a idade do indivíduo), caracterizada por ocorrências freqüentes de um ou mais dos seguintes aspectos:

B. A perturbação na fluência interfere no rendimento escolar e profissional ou na comunicação social.

C. Em presença de um déficit motor da fala, déficit sensorial, as dificuldades na fala excedem aquelas habitualmente associadas com estes problemas.

Caso vc se identifique com esses sintomas, procure um profissional de saúde.

Para tratamento de gagueira em campinas, utilizo psicoterapia breve, hipnose, regressão, técnicas de respiração diafragmática.